Módulo Verde Ambiental
água
Reuso

O que é

O reuso da água é um processo pelo qual a água passa para que possa ser utilizada novamente. Neste processo pode haver ou não um tratamento, dependendo da finalidade para qual será reutilizada.

Importância

Por se tratar de um bem natural que está cada vez mais raro e caro, reutilizar a água é de fundamental importância para o meio ambiente e também para a economia das empresas, cidadãos e governos.

Exemplos práticos de reuso da água:

- Numa empresa, a água usada em processos industriais pode ser tratada numa estação de tratamento de água na própria empresa e reutilizada no mesmo ciclo de produção.

- Numa residência, água de banho pode ser captada e usada para lavagem de quintal e para dar descarga em vasos sanitários. Já existem sistemas a venda no mercado que fazem a captação, armazenamento e filtragem deste tipo de água.

- Água da rede de esgoto pode passar por um processo eficiente de tratamento e ser utilizada para regar jardins públicos, lavar ruas e automóveis e irrigar plantações. Esta água também pode ser devolvida à natureza para seguir o ciclo hidrológico.

Remediação de Rios e Córregos

Conceito de remediação

Nesta fase estipula-se a estratégia de remediação (limpeza) do solo e aqüífero que possa atender aos valores de concentração de solos e água subterrânea, estabelecidas pela avaliação de risco. É realizada a escolha da metodologia de remediação adequada e as metas. Nesta fase é necessário fazer um estudo de alternativas.

Remediação

Realiza-se a instalação e operação do sistema de remediação que foi definido na fase anterior. A remediação tem os seguintes objetivos:

- Remoção de fonte de contaminação

- Redução de contaminação de solo e de água subterrânea até níveis aceitáveis ambientalmente  

- Redução de riscos ambientais ou de exposição de trabalhadores e usuários do local e do recurso Implementadas as ações de remediação, estas deverão ser avaliadas quanto à eficácia das mesmas no cumprimento das metas estabelecidas para a remediação da área

- Metas de Remediação Atingidas. A remediação de uma área contaminada pode ser feita de duas maneiras, in situ, ou ex situ, ou ambas concomitantemente.

1. Remediações in situ

  • Sistema de bombeamento (pump and treat);
  • Sistema de Air Sparging;
  • Sistema de Extração de vapores (soil vapor extraction);
  • Sistema de Extração Multifásica (MPE);
  • Processos Oxidativos Avançados (POA);
  • Barreiras Reativas, Barreiras Hidráulicas, Funnel Gate, etc.
  • Biorremediação


2. Remedição ex situ

  • Escavação, remoção e tratamento/destinação final adequada
  • As destinações podem ser:
    • Aterro K I e KII
    • Co processamento
    • Incinerador
    • TDU – unidade de dessorção térmica
    • Biopilha

A seleção da tecnologia de remediação adequada para um site é função das fases predominantes nas quais o contaminante se apresenta, (ex.: fase livre vs. fase dissolvida) e do objetivo do programa de remediação da área (ex.: remoção imediata da fonte vs. remediação passiva das águas subterrâneas).

Estação tratamento Água Potável

Estação de tratamento de água ou também abreviado como ETA é um local em que realiza a purificação da água captada de alguma fonte para torná-la própria para o consumo e assim utilizá-la para abastecer uma determinada população. A captação da água bruta é feita em rios ou represas que possam suprir a demanda por água da população e das indústrias abastecidas levando em conta o ritmo de crescimento. Antes que vá para o sistema de distribuição de água através de adutoras, passa por um processo de tratamento com várias etapas.         

Análises e Estudos

Os estudos de água potável e águas industriais garantem a qualidade de sua água com a realização de controles da composição e análise de qualidade química, bioquímica e microbiológica.